QUEM SOMOS

A Fundação Neotrópica do Brasil, sob o CNPJ 73.684.789/0001-10, é uma organização de fins não lucrativos, na forma prevista no Art. 24 e seguinte do Código Civil Brasileiro (Art. 1º Estatuto Social), cuja missão institucional é promover e realizar ações de conservação da natureza para garantir a manutenção dos diferentes ambientes naturais e da diversidade de vida na Terra (Art. 3º Estatuto Social).
 
Rege-se por um Estatuto Social devidamente aprovado pelo Ministério Público Estadual (registrado em cartório) e pela legislação pertinente. A administração superior da Neotrópica do Brasil compete ao Conselho Curador, seu órgão dirigente máximo, composto por sete a treze membros (atualmente oito), que exercem suas funções de forma voluntária e gratuitamente, vedadas a percepção de vantagem a qualquer título (Art. 11º e 12º do Estatuto Social). 
 
Com base nas definições do Conselho Curador, a equipe executiva, coordenada pela Superintendência Executiva, instância operacional e subordinada ao Conselho, realiza as ações necessárias para atingir as metas de cada ano, baseadas nos objetivos institucionais da Fundação (Arti. 4º do Estatuto Social). Essas ações são realizadas a partir da receita operacional viabilizada anualmente pela Fundação (Art. 9º do Estatuto Social) oriundas, principalmente, de doações e subvenções que lhe forem destinadas por terceiros e importâncias recebidas via convênios para estudos, pesquisas e projetos em estrita conexão com a missão institucional. 
 
Desde sua criação, em 30 de Julho de 1993, a Fundação Neotrópica do Brasil desenvolve diversas ações e projetos com o objetivo de contribuir para a conservação da natureza e melhoria da qualidade de vida das pessoas, dentro e fora de Mato Grosso do Sul. Para tanto, estabeleceu parcerias com diferentes instituições, públicas e privadas, do Brasil e exterior. 
 
Possui cadastro no CNEA (Cadastro Nacional de Entidades Ambientais), do Ministério do Meio Ambiente e é membro da Rede Nacional Pró-Unidades de Conservação (Pró UCs). Representa as organizações não governamentais em diversos conselhos, com destaque para: Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMDEMA) de Bonito e de Bododoquena, Conselho Consultivo do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Conselho Consultivo do Monumento Natural do Rio Formoso, Conselho Consultivo do Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e Grupo de Acompanhamento da Elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Paraguai.
 
O caminho percorrido pela Fundação Neotrópica do Brasil inicia com a liderança da campanha para proteção do maior remanescente florestal do Estado de Mato Grosso do Sul, que durou cerca de uma década, até a sua consolidação com a criação do Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Após atuar nesta importantíssima conquista para o Mato Grosso do Sul e o Brasil, a Neotrópica do Brasil continuou suas ações e realizou diversos projetos ambientais que contribuíram para a conservação da natureza. Conhecendo tudo que já foi realizado, dentro e fora de MS, é possível entender o que deu origem ao conceito atual: “Fundação Neotrópica do Brasil: protegendo a vida nos trópicos!”.
Fundação Neotropica do Brasil © 2016